Foram tempos de sacrifício…

Há pouco tempo atrás, apenas a cinco anos, as Terras Ermas foram o palco de um capítulo importante em todas as grandes eras de Arda. Chamas castigaram as grandes florestas, dúvidas que osfuscam mentes sagazes tornaram-se fatos incontestáveis. Decisões que poderiam mudar o destino de toda a Terra Média foram tomadas, e mais um capítulo encerrou-se cobrando um preço alto demais. Mas, os tempos de paz imperaram desde então.

Até agora.

Boatos começaram a correr pelos reinos dos Povos Livres novamente. Sussurros sobre sombras de inimigos que já não mais existiam, e que deveriam descansar nas trincheiras de noites antigas voltaram a assombrar os domínios protegidos. Terrores, que tecem pavor entre os corações mais corajosos e heróicos. Dizem, que já não é mais seguro viajar nas noites de lua ou em noites escuras, pois, desavisados e tolos desapareceram nos domínios da Florestas das Trevas, e sem deixar nenhum vestígio… Logo agora, e justo agora que os preparativos para a “Grande Comemoração” da batalha que trouxe paz aos Povos Livres se aproxima…

Sejam bem-vindos meus amigos! Bem-vindos aos Contos Perdidos da Terra Média. Estes são os registros de uma valorosa comitiva, um grupo de bravos aventureiros que vivem as façanhas narrados por nosso grupo de jogo. A campanha Contos Perdidos da Terra Média está sendo construída durante nossos jogos utiliando como ferramenta o rpg O Um Anel – Aventuras Além Do Limiar do Ermo.

Contos Perdidos da Terra Média

Banner da campanha Mabelita